Patrocinadores

- Publicidade -
 

HOMILIA DO FREI LUIZ
– dia 30 de junho de 2012 - Capelinha de Sion - Porto Belo.
(Sobre aparições de Nsa.)

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, roga por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém!

Caríssimos irmãos e caríssimas irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo.  Igreja celebra hoje a solenidade de São Pedro e São Paulo. É importante celebrar esta festa. É dia do Papa! Poucos ouvem falar sobre isso, realmente omite-se o dia do Papa. Eu queria ouvir tudo nas programações, mas... É muito importante a gente ouvir hoje o Evangelho, e refletir. Nunca o Papa foi tão importante para nós como nos dias de hoje, porque é o escolhido por Deus como timoneiro desta grande barca que é a Igreja.

Conforme acabaste de ouvir no Evangelho: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus. Tudo o que tu ligares na terra será ligado no Céu. Tudo o que TU ligares. Então Deus escolheu uma pessoa. Este é o mistério da humildade de Deus. É o caminho da humildade porque não tem este negócio de “eu vou direto com Jesus Cristo”. Ele deixou o seu Vigário! Quem ama o Papa, ama a Jesus Cristo. E hoje em dia nós precisamos abrir bem os olhos, os ouvidos, a mente... contra tantos que falam mal do Papa! Não são poucos! Mas é preciso entender que, todos aqueles que falam que ele não é tão bom como deveria, quem diz que ele não é tão bom como deveria, que ele é muito velho, então afirma, por este gesto, que é mais adequado para ser o superior da Igreja, como Papa.

Eu me lembro na teologia, que a maior dificuldade, é que tem muita gente que quer ser mais católico do que o Papa. É impressionante. É muito orgulho! O caminho da humildade também não é para qualquer um: é para os fortes! Só quem se faz pequeno, este é grande. O nosso Papa é tão ungido, tão guiado pelo Espírito Santo, que ele não se perde, nem para a direita nem para a esquerda: ele vai firme, segundo a inspiração do Divino Espírito! E todos os que se baterem contra esta rocha, vão cair. As portas do inferno não prevalecerão. É impressionante! Por isso, feliz daquele que persevera fielmente e ama o Papa. Porque assim Deus o quis! Bendito seja Nosso Senhor, que assim o quis! Portanto é preciso entender que o Papa é o grande sinal da nossa caminhada. É preciso tomar cuidado, porque muitos emitem julgamentos falsos, em nome da Igreja e em nome do Papa. É muito perigoso isto! Já que o Papa tem a chave, então é preciso ouvir o Papa, não os homens. É o caminho seguro.

Eu quero voltar uma atenção especial, para tantas pessoas, inclusive nós padres, que ouvimos lamentações, ouvimos críticas, especialmente dos movimentos, dos grupos, especialmente contra o Movimento Salvai almas, que foi tão criticado ultimamente, por aqueles que estão decepcionados por um falta de sensacionalismo, ou porque tiveram o orgulho ferido. Acontece muito! Tem muitas pessoas, que pelo fato de não acontecerem as coisas como eles querem, começam a criticar e a desanimar dizendo que “há muita falsidade nisso aí”. Há tantas pessoas criticando, mas isso em nada me abala. Ninguém tem nada a perder.

Graças ao bom Deus a Santa Igreja tem um documento que diz que tudo é permitido para o bem; abraçai o que é bom, o que não é bom deixai de lado. Ninguém é obrigado a pertencer a um grupo ou movimento, e como o Papa é que tem a palavra final, ele sempre apoia a prudência. Ele não impede ninguém de seguir Jesus Cristo, por vários caminhos, por grupos e movimentos. Porque existem os grupos e os movimentos religiosos? Porque as pessoas precisam de espaço para crescer como pessoas humanas, e como cristãos. Precisam abrir-se e viverem sua fé. Mas acontece é que o Movimento Salvai Almas, é um movimento profundamente de oração. Eu nunca rezei tanto na minha vida como depois que conheci o Movimento Salvai Almas. Misericórdia!

O que se reza no Salvai Almas é para converter qualquer padre. É impressionante. Mas é tão bom porque é um projeto de vida. Então aqui se encontra um lugar de oração, de luta, de sacrifício, de esforço... É uma conquista como a de São Paulo, para ser atleta profissional, que vai buscando a coroa imperecível, o prêmio.  Não os bens terrenos, passageiros, mas aquele prêmio eterno. Então todo mundo só tem a ganhar. Se houvesse um movimento que levasse ao mau caminho, seria difícil encontrar quem o apoiasse. Mas quando se faz o bem e é para rezar, porque criticam tanto, não é! Logo este é um sinal certo de que estamos certos. Se houver apenas pessoas nos aplaudindo, é sinal certo, de que estamos errados. Porque assim a Escritura nos orienta!

Mas eu gostaria hoje de trazer para você um grande consolo uma grande segurança de que estamos no caminho certo. Porque há muitos anos eu venho baseando a minha experiência, dentro do que disse um grande Papa que viveu em 1600, que foi o Papa Urbano 8º. Para todas as pessoas que pertencem movimentos, ou grupos, que acreditam em aparições de Nossa Senhora, nas mensagens, o que fala este Papa? Para você que muitas vezes sofre a crise da dúvida, das decepções, das incertezas é tempo de acordar. Prestai bem atenção ao que o Papa disse:  Aos que tem receio de acreditar nestas mensagens, em casos como este, de aparições,  como as do Movimento Salvai Almas, para tomarmos um exemplo, é melhor crer do que não crer, porque se tu creste e se comprova que é certo, te alegrarás de haver crido, porque a Santa Mãe te pediu. Se creste e a aparição era falsa haverás recebido todas as bênçãos como se ela tivesse sido verdadeira, porque assim acreditaste. Está claro!

Então vou repetir para você gravar bem: em casos de aparições -  como as do Movimento Salvai Almas, para tomarmos um exemplo - é melhor crer do que não crer, porque se tu creste e se comprova que é certo, te alegrarás de haver crido, porque a Santa Mãe te pediu. Se creste e a aparição era falsa haverás recebido todas as bênçãos como se ela tivesse sido verdadeira, porque assim acreditaste. A questão é de discernimento! Que ninguém tenha nada a temer: é lindo o projeto do Salvai Almas! É fecundo! É concreto! É verdadeiro! Pelas obras, pelos frutos, é impossível não ser verdadeiro. É impossível estar errado, porque os frutos são evidentes. Caso contrário, se só houvesse brigas, problemas, dificuldades, se não houvesse frutos, poderíamos duvidar. Mas há tanto amor, para com Deus e com a Santa Igreja, há tanto sangue na alma, de quem se dedica, de corpo e alma neste Movimento em oração... Porque eu conheço um por um, e me dá certa emoção interior, e acho lindo ver pessoas tão próximas de nós, que rezam tão bem, que sabem até a Via Sacra de cor. Sabe as ladainhas de cor. Sabe o Rosário de cor! A maioria não sabe não!

Eu vou fazer uma tarefa, um prova na Universidade espiritual, faço um gabarito aqui: qual é a sexta estação da Via Sacra? Dá uma pulga na orelha não é! Se eu perguntar qual é a décima estação da Via Sacra, as pessoas não sabem, só se olharem nos quadros! Há sim! Mas é lindo quando a pessoa sabe rezar! Porque nós, no Salvai Almas, precisamos ser profissionais no seguimento de Jesus Cristo! Profissionais na oração! Temos profissionais aqui, pelo que vejo, na humildade, no silêncio, na paciência, em tantas pedras... E é lindo, porque nós sofremos! Não eu tanto pessoalmente, sem comparação com o Salvai Almas, eu só preciso levantar as mãos e agradecer. Mas o que eu vejo e admiro, nesta obra divina, e como me comove, este amor pela liturgia, pela Igreja. O amor para com Nossa Senhora, pelas almas, isso é lindo. Então isso é muito fecundo! Nós somos esta Igreja Católica, amando o Papa que vai na frente, rezando pelo Papa! Agora, é preciso ser perseverante! É preciso não cansar de fazer o bem.

Não tenham medo das dificuldades, dos sofrimentos, não! Digam sim ao sofrimento e ele perderá o seu poder. Digam, sim Pai, eu não entendo, mesmo assim confio em Ti. Nós precisamos pedir a Nossa Senhora, que nos ajude a ser fiéis, a ser perseverantes no dom do amor. Quem ama, reza! A gente pode, na nossa vida... A nossa vida é uma vida cheia de felicidade, mas depois dela vem uma vírgula, nunca um ponto final. Porque nós passamos por muitas vírgulas, momentos de queda, mas depois nos levantamos. Porque a vida da gente é como uma roda gigante: a gente sobe, mas depois desce! E é preciso saber descer, para depois subir, porque o descer é o momento da dor, do sofrimento, é o momento do Getsemani,  para depois ir ao Monte Tabor, e depois voltar... Precisamos passar por toda a fase de experiência que Deus passou também, o próprio Cristo. Vitoriosos, confiantes! Ele não nos prometeu sombra e água fresca, mas luta e esforço!

Então vamos abraçar este dom da fé! Vamos abraçar este dom, que é o maior de todos: o Amor! Para com Deus, para com os irmãos e hoje para com o Papa. São Pedro e São Paulo, duas pessoas diferentes, mas num único ideal. Hoje pela manhã eu estava dando um curso de formação para ministros da Palavra, e a certa altura, uma senhora lá no fundo disse: pois é Frei, mas fiquei sabendo que São Pedro era uma pessoa difícil de lidar! Ué! E quem foi que te revelou isto? A foi numa outra formação que eu tive, que o Frei falou que São Pedro não era lá estas coisas! Eu disse: isso não é verdade! Isso é má interpretação de São Pedro. Ele foi o primeiro chamado, o primeiro escolhido por Deus o que mais passou pelo cadinho do fogo, da purificação. Ele é que mais passou pela purificação, foi modelado por Deus. Nenhum apóstolo foi difícil, assim, antipático, rude, bravo, briguento, nenhum apóstolo: eles foram santos!

Por isso Jesus perguntou: Pedro, tu me amas! Senhor eu te amo! Pedro tu me amas! Senhor tu sabes que eu te amo!  Pedro tu me amas! Senhor tu sabes tudo e sabes que eu te amo! E chorou! Era um coração apaixonado por Jesus! Ele defendia os irmãos, até mesmo aos gentios, ele não negava a oração! Porque não é justo negar a eles, se Deus quer descer sobre eles o seu Espírito Santo, então rezava por todos! A todos ele queria bem, era dócil, amável. É preciso ter discernimento e não dar ouvidos para aqueles que criticam e falam mal do Papa. Desconfie! Falam isso para justificar os próprios erros e isso não pode! São Pedro é o Príncipe dos Apóstolos, é o modelo para todos os irmãos. É amável, e cheio de amor por Deus e pela Igreja!

Qual o Papa que não era bom? João Paulo II, nosso patrono?  Que amabilidade! Mas tem gente que fala que ele era horrível. Que era bravo! Como humano ele pode ter seus momentos, mas era um homem cheio de Deus. E o atual Papa Bento XVI, quanta unção! Quanta sabedoria! Quanta firmeza! E na sua fraqueza, na sua velhice é que Deus se manifesta e que Deus se revela. E os cegos, que não veem, ficam olhando para as fraquezas, e assim deixam de olhar para as maravilhas que Deus faz para a Igreja. Bendito seja aquele que reza pelo Papa! Não ficará sem a devida recompensa! Que Nossa Senhora abençoe a todos nós e a toda a Igreja, por ser ela a Rainha dos Apóstolos.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém!

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

OBS> Fiz questão de transladar a palestra do Frei Luiz que o Gilson me mandou tão gentilmente, não só porque nosso querido e valente amigo traz algumas palavras sobre nosso Movimento Salvai Almas, mas SIM, porque ele não foi covarde e VEIO VER! Quando há alguns anos atrás recebi um telefonema irado, de um certo Frei Luiz, nos questionando sobre este assunto das almas do Purgatório, de imediato lhe fiz um desafio: VINDE E VEDE!

Do outro lado da linha ele dizia: Que negócio é este de falar com as almas? E estes livros? Tenho aqui o livro 2. Vocês ficaram loucos? Ao que lhe respondi com toda tranquilidade: nunca estive tão lúcido em minha vida! Venha aqui ver e comprovar! Traga suas dúvidas e vamos conversar! Como ele estava em Ituporanga e era perto, dias depois ele aportou em nosso escritório de Vidal Ramos. Com o livro... E as muitas dúvidas! Mas também com muita, muita humildade! O que é o mais importante! Sem humildade, uma parte fala ou grita e a outra é sufocada.

Não sei quantas perguntas ele fez, mas foram horas de um bom papo. Aos poucos ele foi amortecendo, entendendo e aceitando, porque uma a uma todas as suas dúvidas foram dirimidas. Que mais vocês fazem? Visitamos cemitérios para rezar, já passamos em milhares! E a resposta dele: eu quero ir junto! Posso? Sem dúvida que pode! Lembro ainda hoje a caminhada que nós fizemos, na semana seguinte, cemitério de Taió, bastante frio de manhã! Na mensagem, Nossa Senhora dirigia uma frase especial a ele, e penso que ali caíram suas últimas escamas. De lá para cá, ele sempre nos acompanhou, estando longe ou perto. Participando de retiros e de cenáculos, onde sempre celebra, rezando conosco e faz tão belas homilias. Como esta!

Eis o apelo que faço, a todos os sacerdotes que duvidam de nosso trabalho: vinde e vede! Como Frei Luiz fez e faz! Venham antes ver! Ele não ficou na internet divulgando inverdades ou inventado mentiras a nosso respeito, ele veio VER PRIMEIRO. E não deixou passar meses, mas em dois ou três dias já achou espaço na agenda para aquela memorável visita. Ele não lançou desconfianças no ar, nem divulgou mentiras, porque imediatamente percebeu, pelos elementos que lhe passei, que a nossa árvore é de belíssimos frutos. Como ele acima apontou: oração, amor, fé, coração, Papa, Igreja! E a devoção pelas almas padecentes, parte tão esquecida da nossa Igreja. E rezar! Qual outro Movimento no mundo já rezou mais de 344 milhões de Ave Maria?

Como ele diz: é impossível que um Movimento assim esteja errado! Porque simplesmente não fazemos nada de errado! Nosso Movimento não exige mudanças nas Santas Missas! Não exige Missas ao nosso gosto, como tantos outros movimentos e grupos fazem. Não cumprimos ritos estranhos, nem encontros fechados para iniciados - sinal de que não se trata da Igreja Católica - pelo contrário, tudo é livre e aberto a todos. Porque rezamos apenas orações aprovadas pela Igreja, o Rosário de Maria e os Ofícios e Ladainhas! Onde nosso erro? Visitar cemitérios, como dizem alguns bispos, que loucura? Loucura é não rezar pelas almas, nem visitar os túmulos dos falecidos! Quem não honra os seus falecidos, receberá o mesmo trato quando morrer. Onde nosso erro? Rezar demais? Amar a Igreja e o Papa? Amar a Eucaristia, e ser obediente quanto ao modo de receber este Sacramento, em qualquer capela? Obedecer ao Papa, que nos manda continuar dando a razão da esperança aos que nos pedem? É este nosso erro?

É por causa disso que nos surram? Eis uma bênção: o sinal da certeza de que estamos certos! De fato, as pedradas contínuas que levamos são nosso primeiro atestado de verdade! O diabo não atira pedra em árvores sem frutos! Menos ainda nas árvores ressequidas como a figueira amaldiçoada, daqueles que estão sempre prontos a sacar suas grandes e pomposas “teologias”, para atacar aquilo que desconhecem. Para defender o falso deus e a falsa igreja que erigiram para si! Longe da verdade! São estes os maldosos braços de satanás, que se deliciam em atirar pedras em árvores carregadas de bons frutos, mal sabendo que com isso fazem cumprir as profecias e as Sagradas Escrituras: ai de ti Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas a aqueles que te são enviados! Palavras de Jesus! São pessoas sem amor, sem discernimento, embora orgulhosamente se digam conhecedores da Igreja e dos mistérios de Deus. São os que sabem mais do que Deus! São orgulhosos!

No mundo inteiro, onde quer que existam bons profetas atuais, nos últimos dias tem sido uníssono o brado dos céus contra os que atacam os profetas de Deus, que querem calar a boca do Altíssimo, a pretexto de defender a Igreja. Deus está profundamente zangado com este comportamento tendencioso. Até os maus profetas convertem mais gente do que este tipo de algoz orgulhoso! Eu tenho aqui anotado mais de 100 heresias gravíssimas, pregadas e defendidas por alguns infelizes sacerdotes do nosso país, coisas sórdidas que só fazem afastar os fiéis, causar escândalo, e desviar as almas do caminho da salvação. Por qual motivo estes valentes atiradores de pedras não voltam suas baterias enfurecidas contra estes hereges? Por que não batem nos falsos teólogos? Nos falsos doutores da lei? Estes que são os verdadeiros inimigos a serem combatidos! Estes os falsos profetas! Por que eles não combatem aos que desobedecem ao Papa, não cumprem suas ordens, e ainda o querem fora da Cátedra de Pedro?

Mas não! Eles escolhem o mais fraco! Escolhem como alvo fácil aquele que não se defende! Se atacassem um destes teólogos hereges - mas bocudos - eles poderiam até entrar no braço. Se atacarem um bispo mau, temem ser excomungados e sairiam batidos e envergonhados. Preferem então sentar-se no orgulhoso trono da suprema verdade sem dar-se nem menos ao benefício da dúvida.  E assim, sentem-se ufanos, como grandes defensores da Igreja. Quando assim a destroem! Se eu for escrever um artigo contra um profeta, baseado no livro de um inimigo dele, naturalmente que vou escrever um libelo desfavorável. Mas se ANTES, eu não ouvir também a outra parte, sempre estarei sendo tendencioso, e sujeito a cometer grandes injustiças. Os autores que escreveram livros contra Frei Pio baseados nos inimigos dele, hoje devem rastejar de vergonha de suas palavras, mas é tarde! Frei Pio venceu! E que aconteceu com seus algozes? Alguém sabe quais foram? São partes do lixo da história, pois quem conheceu o Padre Pio, jamais escreveu mal dele! Muito pelo contrário!

Sim, já são em torno de 300 os sacerdotes que nos acompanham, infelizmente nem todos com a coragem e o denodo de Frei Luiz, mas que temos certeza, no momento oportuno, se juntarão nesta causa que é de sabor eterno, prontos e sem medo de enfrentar o verdadeiro inimigo a ser combatido. No Vaticano, ferve a intriga, e já se vislumbra o dia da fuga do Santo Padre, que nitidamente já não comanda mais a Igreja. Tentarei escrever algo neste sentido, ou farei algum comentário nalguma outra reportagem. Rezemos por Sua Santidade o Papa Bento XVI!

Enfim, ontem o Cláudio pediu orações, por Frei Luiz, que se encontra adoentado, e alvo de muitos ataques! E rezemos pelos que atacam, e para que todos nós tenhamos forças de continuar, embora estes entraves, as pedras e as perseguições. Como está em II Macabeus  5, 6: uma vitória sobre os amigos é a maior das desgraças. Se todos nós defendemos a Igreja e o Papa, calar uma voz significa praticar um grande mal. Ademais, a justiça sobre os profetas, se bons ou maus, cabe unicamente a Deus e a ninguém mais. Como está em Ezequiel 13 e Jeremias 23. (Aarão) www.recadosaarao.com.br


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++


(Vídeo) Homilia Frei Luiz (30/06/2012)



Para assistir o vídeo:
1) Clicar "Stop" no Player da Rádio (Alto da página)
2) Clicar "Play" no Player da TV (Centro da Página)
*Em caso de conexões lentas, pressionar "Pause", aguardar carregar alguns minutos e depois clicar em "Play"